© - Copyright - ©

Copyright - © As fotos e os textos de Eliéser Baco aqui publicados têm Todos os Direitos Reservados pela Lei 9610/98- ©

domingo, 3 de abril de 2016

Madrugada na Avenida




A madrugada da Avenida ali perto do centro financeiro.
Um pato gigante. Uma drogaria 24 horas.
Estava parado perto da entrada da estação de metrô.

Tentando lembrar do nome do remédio e quantidade de miligramas. Só o zumbido da criatura já arregalou meus olhos. Insânia insone com tons de clarim? Um machado arregaçou um vidro de um carro. Uma moça de linguagem cosmopolita estilo São Paulo.

Várias amarguras compenetradas no mesmo sorriso frasal. Passa a correr diante de mim. Pedindo ajuda e uns trocados. Eu disse o nome do remédio e a quantidade de miligramas. Tentando puxar o soco-inglês do bolso de trás. Ou o canivete. Quando o maluco do machado apareceu nem vi o soco que ela levou. Rolou cambalhotando.

Ela já tinha um corte no canto da boca. Quando ele me disse pra ficar fora disso eu já tinha socado inglesamente o ouvido dele.
A treta nunca é somente por sexo e dinheiro. E ali já tinha então o nome do meu próximo conto. Enquanto socava o queixo e o estômago. O remédio e o machado voando.

"Avenida Paulista perto do pato gigante encontrei um amor em cambalhota e um machado sem sangue": Meu próximo conto.

.............
Texto e foto: Eliéser Baco
Ocorreu um erro neste gadget

Bebedouro

"Ainda não consigo ter pena quando o mal encontra em nós, bebedores de sangue, o dia da desforra. Ainda não consigo perdoar aquilo que eu nunca faria para outra pessoa com tanta frieza, dissimulação e carisma nos olhos. Está aí prontamente a distinção de parte do que fui feito nas décadas, da maré que me fez derrubar o sangue alheio na minha realidade. Sombrias formas de olhar caminhos cruzados, ácido que sai nas linhas e na voz quando o cansaço encontra a raiz para a paz momentânea, e os nossos ossos só querem ferir, proteger os nossos e ferir quem atinge ideais, história sã e a nossa verdade. Nossa realidade por vezes má, confesso"

Eliéser Baco - direitos reservados na Biblioteca Nacional